8 detalhes que mudam com as novas Placas do Mercosul

Você já deve ter visto pelas ruas alguns carros rodando com as novas placas do Mercosul, brancas e azuis. Esses são carros novos ou que recentemente precisaram de emplacamento graças a uma nova transação. Sim, por enquanto você não precisa sair correndo pra trocar sua placa. Mas, antes mesmo desse dia chegar, descubra aqui tudo o que mudou com a nova placa do Mercosul.

 

1. Ela custa mais barato

Quando surge algo novo, a gente já se preocupa com o bolso. Mas, dessa vez, o custo será menor do que as placas cinza antigas. Por exemplo, no Rio de Janeiro, o valor gira em torno de R$ 193,84 para carros e R$ 64,61 para motos. Para comparar, antes estes valores eram R$ 219,35 e R$ 90,12. Esse desconto se dá porque o sistema não exige mais o lacre da placa traseira, que custa cerca de R$ 25. 

 

2. Não há mais o nome de cidade

Uma mudança que afeta os curiosos de plantão, especialmente que moram em cidade que recebe muitos turistas, é que agora não dá mais pra saber de onde a pessoa vem. Não há mais a tarjeta que diz a cidade e estado, o que, aliás, implica no próximo item.

 

3. Mudou de cidade? Muda a placa inteira

Agora, se a pessoa mudar de cidade, precisa trocar a placa inteira. Antes era só trocar a tarjeta com o nome da cidade, mas agora uma nova placa, com um novo QR Code, será produzida.

 

4. Ela tem o mesmo tamanho

Parece que a placa é maior, não parece? Mas não é. Isso é só uma ilusão de ótica graças ao contraste da faixa azul com a branca. A nova placa do Mercosul é do mesmo tamanho da antiga placa cinza. São os mesmos 40cm de largura com 13cm de altura. Porém, ainda é possível diminuir em 15% do tamanho da placa caso ela não caiba no espaço reservado à sua colocação.

 

5. Agora ela é alfanumérica

Antes, as placas tinham 3 letras e 4 números, agora serão 4 letras e 3 números. Isso possibilitará mais combinações. Literalmente, mais de 450 milhões de combinações. Mas não é necessário manter a sequência de letras e números, também. Eles podem ser embaralhados para criar mais padrões.

 

6. E os carros já emplacados?

Para carros já emplacados que necessitarem da trocar por algum motivo, será assim: antes as placas tinham um primeiro conjunto de 3 letras e depois de 4 números. Agora, o segundo número da sequência antiga será trocado por uma letra. Seguirá a tabela:

Como é Como ficará
0 A
1 B
2 C
3 D
4 E
5 F
6 G
7 H
8 I
9 J

 

7. Cores diferentes para categorias diferentes

Carros oficiais, ou taxis, de colecionador ou outras categorias eram indicadas pela cor de fundo da placa, que ao invés de ser cinza (carro particular), tinham outras cores como preto, verde, vermelho, etc. Agora, o fundo branco prevalece, o que muda é a cor das letras. 

Cor das letras:

Preto: Particular

Vermelho: Comercial

Verde: Especial

Azul: Oficial

Amarelo: Diplomatico

Cinza: Colecionador

 

8. QR Code e informação na hora

O QR Code é uma das principais novidades da nova placa. Ele permitirá que os agentes de trânsito tenham informações na hora sobre o veículo através do aplicativo “Fiscalização Denatran”, uma consulta muito mais rápida e segura para saber o histórico da placa, restrições judiciais e administrativas do veículo e até mesmo informações sobre roubo e furto.

Fonte: Quatro Rodas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *