Como é produzido o “cheiro de carro novo”?

Esse cheiro dá uma emoção no coração. A gente entra no carro novinho e sente. Pra quem compra um carro zero, dá pra dizer que é o cheiro da vitória. Mas como é produzido o “cheiro de carro novo”?

Resumidamente, o cheiro acontece graças a mistura de cheiros dos diversos materiais novos utilizados para produzir o carro. Mas, numa explicação mais profunda, chama-se isso de “desgaseificação”.

A desgaseificação ocorre porque produtos industriais novos liberam resíduos químicos no ar, cada um com um odor individual. E o cheiro de carro novo varia de carro para carro. Em alguns, por exemplo, pode-se encontrar bancos de couro, o que já traz uma nova fragrância para o veículo.

 

Cheirinho importante

Porém, o cheiro só é encontrado em carros novos porque esses gases param de ser liberados depois de um tempo. E as montadoras têm uma preocupação grande com esse quesito. São feitos testes para sentir o odor que cada material vai emitir assim que estiver no carro. 

A Ford, por exemplo, faz um teste bastante “caseiro”: uma parte do material a ser analisado é colocado dentro de um pote de vidro com vedação. Depois o pote de vidro é aquecido três vezes: em 22,7 ºC, simulando a temperatura ambiente; 40 ºC, com um pouco de água no pote para simular a umidade; e 80 ºC, para simular o ar quente no interior de um carro em um dia ensolarado.

Depois, um time de jurados analisa e atribui notas aos odores. Tudo isso para que não seja usado nenhum material que possa trazer um cheiro desagradável para os usuários finais. Veja abaixo um vídeo demonstrando este teste:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *