O que é necessário para viajar de carro à Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai?

Viajar é maravilhoso. E melhor ainda se for de carro. A proximidade de países da América do Sul e suas belas paisagens tem atraído cada vez mais motoristas para uma “roadtrip”. Para que tudo siga tranquilo, trazemos hoje algumas dicas sobre os documentos necessários para viajar e cruzar a fronteira em quatro países do Conesul: Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. Alguns acessórios e equipamentos essenciais também fazem parte dessa lista.

 

Viajar de carro para a Argentina

 

Algo que atrai muitos brasileiros para a Argentina é o fato da nossa moeda, o Real, valer mais que o Peso Argentino. Especialmente no verão, quando muitos argentinos procuram o Real para fazer câmbio e visitar nosso país. Porém, é melhor trocar o dinheiro por lá, pois as taxas de câmbio são menores.

 

Na questão de documentos, é preciso que sua carteira de motorista (CNH) esteja em dia, que carregue o documento original do veículo em seu nome (CRLV) e que seu seguro valha para o Mercosul (ou que você tire a chamada Carta Verde). É possível entrar no país com seu RG, desde que ele tenha sido feito há menos de 10 anos. Se o seu RG já venceu e você não terá tempo de renovar, pode usar o passaporte – desde que esteja dentro do prazo de validade.

 

Se o carro não estiver no seu nome graças a financiamentos e outros motivos, você precisa registrar uma autorização em cartório com todos os dados do proprietário que consta no documento, assim como os dados do motorista e do automóvel. Se você for dividir a direção com esposo/esposa ou outro familiar até segundo grau, basta ter um comprovante de parentesco.

 

Agora vamos falar sobre acessórios necessários na Argentina. Lá as leis de trânsito obrigam possuir dois triângulos de sinalização e um extintor de incêndio no carro. Os faróis também precisam estar sempre acesos, mesmo durante o dia. 

 

Viajar de carro para o Chile

 

Para o Chile, valem as mesmas regras sobre CNH, RG e passaporte da Argentina: que estejam dentro do prazo de validade. Porém, todos os ocupantes precisam também estar com o RG em dia. Idem para o documento do carro, que deve sempre estar a bordo e em nome do motorista. Caso esteja em nome de terceiros, é preciso também registrar autorização em cartório com todos os dados do proprietário, motorista e automóvel.

 

No caso de seguro, é preciso ter o seguro SOAP, específico para este caso. Quando chegar à aduana no Chile, será preciso preencher um formulário e declarar que possui valores acima de US$ 10 mil (dez mil dólares) e será permitido ficar no país por até 3 meses.

 

Para cumprir o código de trânsito do Chile, tenha sempre dois triângulos de sinalização, kit de primeiros socorros, extintor de incêndio e mais um item curioso: colete refletivo, daquele usado por mototaxistas aqui no Brasil.

 

Viajar de carro para o Paraguai

 

Para viajar ao Paraguai, os mesmo documentos exigidos nos países anteriores também serão necessários: RG e CNH válidas e autorização caso o carro esteja em nome de terceiros. 

 

É preciso ter seguro com cobertura Mercosul. Caso não haja essa cobertura, você poderá solicitar a Carta Verde em uma segurado no Brasil. Ela protege contra batida, roubo, furto, incêndio, danos corporais a passageiros e danos a terceiros. Você poderá transitar por 3 meses no Paraguai. 

 

Entre os equipamentos, mantenha sempre dois triângulos de sinalização a bordo, assim como extintor de incêndio e mortalhas, que são uma exigência do órgão diplomático do país.

 

Viajar de carro para o Uruguai

 

Ao chegar no Uruguai, você precisará emitir um documento atestando que você é turista. Ele é emitido pelas autoridades migratórias do país. Para transitar, vale o que é pedido em todos os outros países: RG ou passaporte em dia, CNH e CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) original – caso o carro não esteja no seu nome, será preciso uma autorização reconhecida em cartório como nos demais países. Você terá permissão de rodar no país por 90 e poderá renovar para mais 90.

 

O seguro Mercosul ou a Carta Verde também são necessários. O farol baixo precisa estar sempre aceso e você deve manter no carro um kit de primeiros socorros, triângulo de sinalização e o colete refletivo.

 

Fonte: Auto Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *