Pode ou não pode? 7 comportamentos “normais” que podem gerar multa

Chega o verão no Brasil e muitos motoristas preferem dirigir sem camisa para aplacar o calor. Mas isso pode? Será que gera multa? E falando em verão, pra quem volta da praia com o pé sujo de areia e dirige descalço: pode ou não pode? Entenda esses e outros comportamentos comuns nas estradas, no que eles podem prejudicar a direção e quais deles geram multa.

1. Dirigir descalço

De acordo com a lei, é proibido dirigir “usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais”. Portanto, se você está de chinelo ou utilizando um calçado que não fique firme no pé, o melhor é dirigir descalço mesmo. Descalço pode!

2. Dirigir de salto

Nesse caso, é preciso prestar atenção na parte que diz sobre o calçado que “comprometa a utilização dos pedais”. Não é porque o sapato de salto alto esteja firme no pé que ele pode ser usado na direção. O salto pode prender-se nos pedais, causando problemas, ou prejudicar alguma atitude rápida que seja necessária para evitar um acidente. Ou seja: não pode! A penalidade é multa com infração média, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – Art. 252.

3. Fumar e dirigir

Essa é outra bem comum e proibida. É proibido dirigir com uma só mão, a não ser que seja para trocar a marcha ou acionar equipamentos do veículo. E como é meio impossível fumar sem usar as mãos para bater a cinza ou tirar o cigarro da boca para soprar a fumaça, por exemplo, é bastante improvável (diria impossível!) fumar e nunca usar as mãos. A penalidade é multa com infração média segundo o CTB – Art. 252.

4. Dirigir sem camisa

É permitido dirigir sem camisa, desde que se use o cinto. Porém, muita gente deixa de usar cinto quando está sem camisa por causa do incômodo. Não usar cinto causa riscos ao motorista no caso de acidente e também multa. Portanto: pode dirigir sem camisa, mas use o cinto!

5. Animais no colo do motorista

Outra atitude bastante comum de se ver nas estradas, mas completamente proibida. Isso atrapalha a direção e pode ocasionar acidentes. Animais só no banco do passageiro e é recomendado que o animal esteja preso, apesar da lei não ser específica em relação à segurança do bichano. Caso o motorista seja pego com animal no colo a penalidade é multa com infração média segundo o CTB – Art. 252.

6. Fone de ouvido

É bem comum estar boa parte do tempo, no trabalho ou em casa, ouvindo música no fone de ouvido. Mas ao entrar no carro, já tire os fones. É proibido usar fones de ouvido ao dirigir de acordo com o CTB – Art. 252; 624/2016 – Contran. O motorista pode não ouvir buzinas ou mesmo outros veículos se aproximando. E não vale estar com o fone em uma só orelha: é multa mesmo assim, com infração média. Isso também vale pra quem ouve som muito alto: é proibido que o som possa ser ouvido fora do carro, o que comprova estar em um volume excessivo e que pode prejudicar o motorista de ouvir sinais sonoros durante a direção.

7. Grávida dirigindo

Essa última é curiosa, mas já foi proibido. Até 1997, gestantes após o 5º mês não podiam dirigir. Hoje em dia é permitido, porém as regras para a futura mamãe são as mesmas do que para todos os outros motoristas: é preciso estar de cinto. Além disso, vale o bom senso: nos últimos meses de gestação o tamanho da barriga pode atrapalhar a mamãe motorista. De qualquer forma, fica o esclarecimento: é permitido sim dirigir grávida.

Fonte: AutoEsporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *