Como realizar a direção preventiva nas estradas?

No trânsito diário, muitas manobras são realizadas visando prever e prevenir acidentes. Ou seja, ações de direção preventiva. E por que esse tipo de direção é tão importante? Todos os anos mais de 1 milhão de pessoas morrem no trânsito ao redor do mundo, sendo 45 mil mortes por ano só no Brasil. 

Direção Preventiva

Para prevenir um acidente, mesmo em poucos segundos, o motorista ainda tem tempo de sobra para tomar uma decisão e reagir. Porém, o mais interessante é conduzir o veículo de forma a evitar estes acidentes e situações de risco.

“A direção preventiva consiste em prevenir e prever situações perigosas que podem gerar acidentes”, explica Raimer de Alcântara Rocha, instrutor do SEST SENAT.

São atitudes como prever um possível avanço de carros em local onde a parada é obrigatória, como em um semáforo prestes a fechar ou prevenir o mau funcionamento seu carro, como calibragem e estado dos pneus.

Fatores de risco na direção

Existem dois fatores que estão presentes em 65% dos casos de mortes no trânsito brasileiro. Evitando estas duas atitudes você diminui muito as possibilidades de problemas nas estradas, realizando assim a direção preventiva. Entenda:

– Alta velocidade: quanto mais rápido você estiver, mais difícil será conseguir realizar uma manobra corretiva, sendo mais grave um possível acidente;

– Uso de bebidas alcoólicas: além de ser crime, também piora o nível de atenção e o tempo de reação do condutor, aumentando as chances de acidente.

5 elementos da direção preventiva

Para realizar a direção preventiva, é preciso estar ligado nos 5 elementos que a compõem. Confira:

  1. Conhecimento das leis, do trajeto e do veículo;
  2. Atenção às condições físicas do condutor, do veículo e condições meteorológicas do dia;
  3. Previsão de situações de risco a curto e a longo prazo;
  4. Decisão de agir no momento certo;
  5. Habilidade na operação do veículo.

Veja abaixo um vídeo o SEST SENAT, fonte desta matéria, com dicas e atitudes para prevenir acidentes: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *